Justiça diz que não há vínculo empregatício entre pastor e igreja

Deixe um comentário

8 de Julho de 2011 por wesleycoresma

Desembargadores da 1ª Turma Recursal do TRT da 14ª Região negaram, por unanimidade, que haja vínculo empregatício entre um pastor e a Igreja Presbiteriana Independente do Brasil, a qual ele ministrava o evangelho. A decisão foi dada na última quarta-feira pela Vara do trabalho de Vilhena, Rondônia.

A Justiça entende que a atividade de pastor decorre de vocação divina, tendo caráter espiritual, não constituindo, portanto, objeto de contrato de emprego. Mas o pastor não entende desta forma. “Não se pode admitir que como um manto a religiosidade cubra a verdadeira função dos ‘obreiros’ que trabalham em favor de igrejas e seitas de quaisquer denominação que sejam”, diz o trecho do recurso.

A relatora do recurso foi a desembargadora Elana Cardoso Lopes e a revisora foi a desembargadora Maria Cesarineide Lima. Via: SRZD     Fonte: Correio Cristão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: