Facebook: Comunidade Criada para Gerar Paz Reúne 22,5 Mil Usuários

Deixe um comentário

15 de Julho de 2011 por wesleycoresma

Comunidade virtual criada pelo ex-diplomata israelense Uri Savir, que foi negociador de paz por Israel nos anos 90, cria diálogo entre jovens israelenses e palestinos.

(Foto: Foto tirada da Tela do Facebook)
Comunidade virtual criada pelo ex-diplomata israelense Uri Savir, que foi negociador de paz por Israel nos anos 90, cria diálogo entre jovens israelenses e palestinos.

A página, facebook.com/yalaYL – YL é a sigla em inglês para jovens líderes (young leaders), enquanto Yala significa “vamos lá” em árabe. Já são 22,5 mil usuários ativos e 60% são árabes, sobre tudo palestinos, egípcios, jordanianos, tunisianos, marroquinos, libaneses e sauditas.

O objetivo desta comunidade é produzir diálogo entre os jovens israelenses e palestinos. Os assuntos variam: futebol, fotográfia e música, além de uma longa conversa sobre o conflito entre os dois povos.

“Toda a comunicação hoje está na internet, sexo, guerra, negócios, por que não a paz? Meu objetivo é ter 10 mil pessoas trabalhando no Yala em projetos conjuntos que vão levar nossos líderes a chegar a um acordo de paz”, aposta Savir, presidente do Centro Peres para a Paz e fundador do site, em entrevista ao jornal americano The New York Times.

No primeiro semestre do ano as redes sociais foram instrumentos decisivos para derrubar ditadores e provocar ondas de protestos em todo o mundo. Agora em contraste com o primeiro semestre, as redes sociais se tornam instrumentos para resolver conflitos e iniciar um diálogo entre a população e não entre governantes.

“Acredite, eles não se conhecem mesmo. Nossa meta é iniciar um diálogo falando sobre arte e esportes. Como israelenses e palestinos não se veem mais cara a cara, é um espaço virtual de encontro. Fiquei feliz quando vi alguns palestinos votando em fotos de israelenses em um concurso que promovemos”, relatou Al-Ayan, que é amigo de Savir e contribui para o site, ao The New York Times.

Segundo declarou, recentemente , premiê israelense Benjamin Netanyahu, em Washington, D.C., o Israel até concorda com a criação do Estado da Palestina e está disposto a ceder parte do seu território. Entretanto, os líderes da ANP, além de não abrirem mão de Jerusalém, querem a extinção do Estado de Israel.

Um pastor brasileiro, Ciro Sanches, comentou sobre o assunto anteriormente e disse que as questões que envolvem doutrinas bíblicas parecem ser inegociáveis. Ele ressalta que para que haja conciliação ambas as partes devem fazer concessão.

“Esse negócio de “dar o braço a torcer” só funciona quando ambos os lados fazem a sua parte”.

A página do Facebook criada parece ser uma esperança de abertura para negociações de paz entre as duas nações.  Christian Post           Correio Cristão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: