D E V O C I O N A L III

Deixe um comentário

16 de Dezembro de 2011 por wesleycoresma

Adorar a Deus em meio as dificuldades

“…todavia eu me alegro no Senhor…´´ Hb. 3:18

Introdução: o verdadeiro adorador, conforme o próprio Senhor Jesus disse, é aquele que adora a Deus em espírito e em verdade.

É fato que adorar em meio às alegrias é muito mais fácil e confortável, mas quando Jesus ensina a maneira correta de buscar nosso pai em adoração, devemos sair desse nível terrestre, material, palpável, e entrarmos em um nível superior, que é onde Deus está, a Sala do trono.

O profeta Habacuque ao fazer uma das orações mais lindas da Bíblia, nos ensina que a nossa adoração não deve ter como referência as circunstâncias, mas Deus.

Quando lemos não apenas o texto em referência, mas todo o livro de Habacuque, entendemos que além da dificuldade de suprimento de suas necessidades básicas, como alimento, vemos que o profeta tinha problemas sérios, como enfermidade (vs. 3:16) e para piorar, o povo estava passando por um terrível esfriamento espiritual. No entanto, não se deixou contaminar pelo negativismo que certamente pairava à sua volta, mas adorou a Deus com alegria no coração.

Nossos dias não são diferentes. Muitos não querem saber de Deus, o pecado domina o mundo, pois o mundo jaz no maligno. Muitas e muitas vezes temos dificuldades com nossas necessidades básicas e para honrar os compromissos assumidos.

“…todavia eu me alegro no Senhor…´´ vs. 18.

No comentário feito por Scofield, sobre a oração do profeta Habacuque, Ele diz o seguinte:

“ Os versículos 17-18 declaram que o amor de Habacuque a Deus, como o de qualquer crente dedicado, não se baseia no que ele espera que Deus lhe dê. Mesmo se Deus lhe enviasse sofrimento e perdas, ele declara que se regozijaria no Deus da sua salvação. Eis uma das mais fortes manifestações da fé nas Escrituras. ´´

Ou seja, assim como o profeta, qualquer outro crente dedicado ao adorar a Deus, deve olhar para o alto e não a sua volta.

 

Reflexão: assim como lembramos de Deus nos momentos alegres e dizemos que Ele é bom, temos reconhecido também sua bondade nos momentos difíceis de nossas vidas, nas perdas e dores? Temos dito como Jó “eu sei que o meu Redentor vive ´´?

Conclusão: tudo isso que vimos hoje é muito difícil e até mesmo impossível se formos tentar apenas com nossas forças. Por isso temos que pedir a Deus, que através de seu Espírito que habita em nós, possa estar nos capacitando e fortalecendo para para sermos verdadeiros adoradores.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: