Sport: Benfica goleia Real Madrid que jogou sem Ronaldo, Pepe e Casillas, entre outros

Deixe um comentário

28 de Julho de 2012 por wesleycoresma

Um Carlos Martins verdadeiramente diabólico lançou o Benfica para uma vitória inequívoca (5-2) sobre o Real Madrid, oferecendo ao clube a sua 3ª Eusébio Cup.

A goleada pode ter sido aplicada a uma equipa desfalcada de nomes sonantes como Cristiano Ronaldo, Xabi Alonso, Sergio Ramos, Pepe, Khedira ou Özil, mas, mesmo tratando-se de uma partida de carácter particular, que implicações teria no balneário uma derrota con-tra um adversário nestas condições?

Aliás, o desencanto chegou a tomar conta das bancadas quando Di María (18’) pôs a nu as limitações defensivas de Melgarejo e ofereceu o 1-1 a Callejón.

Pior ficou a situação quando, decorridos apenas dois minutos, Callejón bisou, aproveitando um passe de Higuaín para as costas dos centrais Luisão e Garay.

A partir daí, no entanto, Carlos Martins abriu definitivamente o livro e alterou por completo o figurino do jogo. O médio encarnado já tinha enviado um míssil directo à cabeça de Javi García, logo aos quatro minutos, levando o clima de festa às bancadas. Repetiu a graça, aos 22 minutos, agora para a cabeçada de Witsel, que quase não precisou de saltar; serviu, com um toque de calcanhar, Enzo Pérez, antes do remate do argentino para o 3-2 (53’); e ele próprio fuzilou Adán (58’), colocando em sentido a equipa madrilena. Uma noite de futebol própria do defeso, mas que Martins tão depressa não esquecerá.

Fábio Coentrão, lançado por José Mourinho aos 62 minutos, emocionou-se com a ovação do público, mas o 5-2, novamente apontado pelo extremo argentino Enzo Pérez, foi a cereja no topo do bolo para os encarnados.

“MELGAREJO VAI CONTINUAR A ERRAR”

“Quando lancei o Fábio [Coentrão] a defesa-esquerdo, perdemos o jogo em Braga [0-1] e disseram que eu era maluco e que aquilo não ia dar nada. Só deu 30 milhões…”, disse ontem Jorge Jesus, confrontado com a aposta no paraguaio Melgarejo na lateral esquerda. “Sabemos que ele vai continuar a errar em lances defensivos, mas acreditamos nele”, acrescentou.

Em relação à goleada ao Real Madrid (5-2), o técnico frisou que o resultado não é o mais importante. “Estamos a crescer como equipa e há pormenores que estamos a melhorar”, realçou, antes de elogiar Carlos Martins e Enzo Pérez: “Acreditamos neles e por isso é que regressaram.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: