Pênis arrancado e guardado em caixa é exibido como prova em julgamento.

Deixe um comentário

29 de Julho de 2012 por wesleycoresma

O julgamento de um homem acusado de estupros em série na cidade de Novosibirsk (Rússia) teve um detalhe bizarro: um pênis acondicionado em uma caixa foi exibido como prova.

O membro pertence (ou pertencia?) a Dmitry Zubarev, de 29 anos. Ele foi arrancado por Svetlana Serafina, de 25 anos, que administra uma sauna na cidade.

De acordo com o processo, Dmitry foi à sauna se fazendo passar por cliente. Lá, ele atacou Svetlana com socos e pontapés e a forçou a fazer sexo oral nele. A mulher não pensou duas vezes: arrancou o pênis do estuprador com uma potente dentada.

“Ele rasgou a minha roupa, baixou a calça e pôs o pênis na minha boca. Então eu o mordi o mais forte que pude e não o deixei ir”, contou a russa.

Svetlana contou que, no desespero de se livrar, Dmitry acabou forçando um recuo, o que levou os dentes dela a deceparem o membro do agressor.

Dmitry foi a um hospital local e, pouco depois, acabou preso. Os médicos disseram que seria impossível reimplantar o pênis, que foi posto em uma caixa e levado a uma delegacia, de acordo com o “Austrian Times”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: